Vida nos EUA

“A gente nunca esquece do que a gente é, mas a gente vive e o tempo que se tem é vida. O tempo agora é em outro lugar… a vida agora mudou.” – Tadeu Meyer


Desde meus tempos de criança, sempre tive vontade de conhecer os Estados Unidos.
Imaginava como seria assistir a uma partida da NBA dentro do ginásio… ver as casas que apareciam nos filmes… os carros… as famílias com os pais jogando baseball com seus filhos.

Devido a esta vontade, me dediquei desde cedo a aprender inglês. Infelizmente, na escola as aulas não passavam de verb to be a cada ano, pois ninguém mais se interessava em aprender.
Também não havia curso de inglês na minha cidade. É engraçado parar para pensar a respeito, mas eu nunca senti falta de um curso. Afinal, eu tinha um dicionário e vontade de aprender.
O dicionário foi meu companheiro de várias madrugadas em frente ao computador.
Adorava pegar letras de música para traduzir, aprender a pronúncia e melhorar meu vocabulário. Hábito que ainda mantenho.

Quando comecei a trabalhar percebi que esta dedicação valeu a pena. Não demorou muito para que oportunidades de finalmente conhecer a terra do tio Sam surgissem.

Hoje, já perdi as contas de quantas vezes já estive nos EUA. E estou muito feliz também por ter perdido as contas de quantos jogos da NBA já assisti dentro do ginásio 🙂

Desde a primeira visita, a vontade de morar nos states foi crescendo. Não gosto da ilegalidade, então busquei os caminhos legais para tornar esta vontade em realidade.
Quando comecei a trabalhar para a InPhonex, há 6 anos, acreditei que esta poderia ser a grande oportunidade. Arrisquei, me dediquei ao trabalho, dei o melhor de mim e… here I am!

Em outubro (2011) recebi meu visto H-1B e em novembro (2011) mudei para Miami, Florida.

Este é o primeiro post de uma série que pretendo manter contando as minhas experiências por aqui. Até então estava postando algumas coisas no facebook, mas muitos detalhes acabam ficando de fora.
E, desde que mudei pra cá, continuo usando o facebook diariamente pra manter contato com meus amigos e família. O problema é que com isso eu continuo vivenciando o que acontece no Brasil e não estou aproveitando ao máximo a oportunidade que tanto lutei para conquistar. Por isto, aproveitando que é final de ano, decidi que vou suspender minha conta no facebook assim que eu mudar para meu apartamento aqui (sim, ainda estou em hotel… assunto para outro post) ou o ano acabar. O que acontecer antes… e vai ser neste próximo fim de semana 🙂

A idéia do blog é para compartilhar as experiências e continuar mantendo meus amigos e família informados das minhas andanças. Tinha esta idéia já meio esquecida, mas conversar com o Tadeu há pouco era o incentivo que eu precisava. A frase no início do texto veio da nossa conversa no chat. O cara é um poeta.

Pois bem, stay tuned para mais posts sobre minhas aventuras por aqui.

Abraços!

7 thoughts on “Vida nos EUA

  • Silvano…. Sempre devemos acreditar no nosso sonho, pois sonhar grande ou pequeno custa o mesmo, o empenho e a dedicação é que nos levam a conseguir realizar este sonho..
    O sucesso virá com cerveja , opa, com certeza.. Nunca deixe de acreditar onde vc pode chegar.
    Um abraço.
    Gil

  • Parabéns Kiwi!

    Tu é muito competente, por isso conseguir a oportunidade e o visto de trabalho!

    Com certeza é um sonho pra muita gente (me included) essa tua oportunidade, então aproveita pra valer que nós vamos torcendo por ti, aqui no Brasil!

    Gostei da idéia do Blog, eu já assinava o feed dele, agora com notícias diretamente de Miami, chique demais!!

    Abração e fico no aguardo de outros posts!

Leave a Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *